segunda-feira, 18 de julho de 2011

ESTIMULAR A FALA E LINGUAGEM DA CRIANÇA


Como estimular a fala e a linguagem de uma criança?

Todas as atividades que envolvam a expressão da criança são importantes para o desenvolvimento da fala e da linguagem. Assim, devem ser proporcionados momentos em que a criança fale, cante e conte histórias e coisas do seu dia a dia, além de momentos em que o adulto lhe dê o modelo adequado. Toda criança em desenvolvimento de linguagem (fala) necessita de outras pessoas ao seu lado que já saibam falar e que lhe servirão de modelo. Quanto mais oportunidades a criança tiver de entrar em contato com o adulto e com outras crianças e de exercitar a sua fala, mais rápido ela irá desenvolver sua produção oral.

Algumas maneiras que podem ajudar a criança a desenvolver a linguagem oral:
- Use palavras simples e curtas;
- Pronunciem corretamente as palavras, usando boa articulação e entonação;
- Aproveite os momentos de maior atenção da criança para conversar com ela;
- A criança deve sentir a necessidade de falar, por isso não pegue os objetos para ela sem que ela fale o nome, mesmo que incorreto;
- Devolve sempre as palavras ditas erradas para a criança da maneira correta, não reforçando a errada;
- Aproveite as atividades do dia a dia (banho, alimentação e passeios) para dizer o nome e as funções das coisas, aumentando assim o vocabulário da criança;
- Dê oportunidade para a criança manifestar seus interesses e necessidades;
- O melhor jeito de conversar com a criança é de frente, face a face;
- Explore os órgãos usados para falar (língua, lábios e bochechas). Ex: vibrar os lábios e a língua, mandar beijo, encher as bochechas de ar e soltar;
- Imitar sons do ambiente e da vida diária como: onomatopéias (trrrrim do telefone);
- Brinquem com os objetos que produzam sons, estimulando a audição da criança. Ex: Tampa da panela, caixinha com feijão, brinquedos sonoros;
- Não usem palavras no diminutivo, pois por terminarem em “inho” dificultam a memorização;
- Não imite a fala “errada” da criança, nem peça para repetir por achá-la “engraçada”, pois o adulto é o modelo que ela seguirá para se corrigir e a repetição fixará o padrão incorreto;
- Dê pequenas ordens para a criança cumprir (pegue a bola, jogue o papel no lixo, pegue o sapato) Será um exercício que ajudará na memorização;

Tudo tem seu tempo, cada criança tem seu ritmo de desenvolvimento. Não fiquem ansiosos para que a criança fale. Isto pode deixá-la mais silenciosa.

Fonte:Débora Sarraf Souza

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...